OAB-ES pede providências imediatas a autoridades diante da não duplicação da BR 101

A Ordem dos Advogados do Brasil - Seccional do Espírito Santo, se solidariza com as famílias das vítimas do acidente ocorrido nesse domingo (10), na BR-101, em Mimoso do Sul, lamenta profundamente a perda das vidas de cidadãos capixabas e pede dos governos estadual e federal providências imediatas diante do descumprimento do contrato de concessão por parte da ECO 101.
 
Em mais este momento de dor e indignação, a Ordem dos Advogados convoca a sociedade civil e as autoridades públicas para uma ampla discussão em busca de solução para o problema causado pela recusa da ECO 101 em cumprir o que contratou. Não é possível, diante de seguidas tragédias, mantermos silêncio cúmplice e conivente aceitando como natural a quebra do pactuado.
 
Duplicação já
 
Homero Junger Mafra
Presidente OAB-ES
keyboard_arrow_up